Tudo que você precisa saber sobre a planta aquática Ludwigia glandulosa

Ludwigia glandulosa

A Ludwigia glandulosa é uma das plantas aquáticas mais vermelhas dentre as vermelhas, e também uma das menos exigentes dentre as vermelhas. Mas isso não quer dizer que seja uma planta de manutenção fácil. É uma planta que demanda de manutenção média mas que depende muito de uma boa iluminação e intensa, também demanda substrato fértil, principalmente enriquecido com ferro,e de preferencialmente com adição de fertilizantes eventualmente e também necessita de adição de CO2.

A Ludwigia glandulosa é uma excelente planta para dar um contraste no seu layout destacando algum ponto do seu aquário com sua linda cor vermelha que se destaca em meio as plantas verdes, criando assim um ponto focal que vai chamar a atenção dos olhos do espectador fazendo ele prestar atenção naquele ponto antes de passear sua visão por todo o aquário.

Segue a ficha técnica da Ludwigia glandulosa:

Família: Onagraceas;

Origem: América do Norte;

Hábito: Submersa Emergente;

Tamanho: 10 a 40 cm de altura;

Temperatura da Água: de 18 a 24 ºC;

Iluminação: Intensa;

pH: de 5,0 a 8,0;

Manutenção: Médio;

Crescimento: Lento;

Propagação: Se reproduz através do replantio das podas;

Plantio: São plantas para serem plantadas na parte inferior do aquário, contrastando com plantas verdes e deixando o seu layout com um aspecto mais complexo. Por apresentarem um crescimento lento e um tamanho grande devemos plantar em moitas volumosas. Devem ser plantadas em molhos de 5 ramos com 3 centímetros de distância entre elas.

Tudo que você precisa saber sobre a planta aquática Ludwigia glandulosa

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *