Microsorum pteropus

A Microsorum pteropus, é uma das mais versáteis plantas aquáticas que temos hoje em dia, ela é ideal para decorar rochas e troncos que compõem seu hardscape, para fazer isso basta apenas amarrar o rizoma da planta no tronco ou rocha que em poucos meses as raízes da mesma já terá aderido ao objeto na qual ela foi presa. Preparamos um vídeo para mostrar melhor para você como fazer esse processo de fixação de plantas de rizoma em troncos ou rochas, veja aqui.

A Microsorum pteropus possui uma característica muito estranha e que não sabemos ainda ao certo o porque ocorre, onde em algumas vezes as folhas das plantas começam a pretejar e a apodrecer, de inicio esse processo é mais lento, mas logo ela se espalha completamente pela planta toda. Uma maneira de fazer isso parar é cortar fora as folhas que estão com esse problema, nem que tenhamos que cortar todas as folhas e deixar a planta somente com seu rizoma. Logo logo novas folhas irão nascer sem esse problema. Mas devemos sempre lembrar que esse não é uma medida definitiva, pois como já disse anteriormente não sabemos ainda ao certo o porque isso acontece com as plantas, uma das hipóteses é a falta de manutenção dos aquários e o excesso de nitrato.

Segue a ficha técnica da Microsorum pteropus:

Família: Polypodiaceae;

Origem: Ásia;

Hábito: Submersa Emergente;

Tamanho: 15 a 30 cm de altura;

Temperatura da Água: de 18 a 28 ºC;

Iluminação: Baixa a Moderada;

pH: de 5,0 a 8,0;

Manutenção: Fácil;

Crescimento: Lento;

Propagação: Se reproduz através de cortes em seu rizoma, ou então através de brotações nas folhas;

Plantio: São plantas para serem plantadas na parte posterior e meio do aquário, onde irão se comportar de maneira excelente como planta de transição ou destaque, sempre fixadas a troncos ou rochas, e nunca tendo seu rizoma enterrado no substrato, caso contrário seu rizoma apodrecera matando assim a planta. São plantas que não irão exigir muito cuidado, bem como a quantidade de luz. Elas preferem pouca luz, já que possuem um metabolismo mais lento, se oferecermos muita luz as algas começaram a tomar conta de suas folhas, o que podemos resolver facilmente diminuindo a oferta de luz.

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *