Microsorum pteropus – Blume

A Microsorum pteropus – Blume é sem duvida uma das plantas mais versáteis no aquarismo moderno, suas folhas e característica peculiares, se tornaram ótimos atrativos para aquaristas que estão em busca de adornar troncos e rocha com muita eficiência. Não são plantas muito exigentes, preferindo atém mesmo locais com iluminação de moderada a baixa, e quando submetidas a condições de muita luz, acabam por apresentar algas em suas folhas. Também não necessitam de substrato fértil, muito menos da injeção contínua de Co2, uma vez que tem seu metabolismo lento e captam os nutrientes diretamente da colina d’água.

A Microsorum pteropus – Blume, é uma planta de rizoma, o que significa que temos maneira diferentes de plantá-las no aquário. Nunca devemos enterrar o seu rizoma no substrato, pois isso fará com que ele apodreça levando a planta a morte. O correto a se fazer é simplesmente amarrar ou colar a planta em um tronco ou rocha, podendo ser grande ou não, que com o passar do tempo as raízes das plantas irão se fixar firmemente.

Segue a ficha técnica do Microsorum pteropus – Blume:

Família: Polypodiaceae;

Origem: São plantas que tem sua origem na Ásia;

Hábito: Submersa Emergente;

Tamanho: 15 a 30 cm de altura;

Temperatura da Água: de 18 a 28 ºC;

Iluminação: Baixa a moderada;

pH: de 5,0 a 8,0;

Manutenção: Fácil;

Crescimento: Lento;

Propagação: Se reproduz através de cortes do rizoma, e também por brotação de novas folhas;

Plantio: São plantas para serem plantadas na parte intermediária do nossos aquários, e geralmente fixadas em trocos ou rochas. Nunca devemos enterrar seu rizoma no substrato, isso fará com que a planta morra. A fixação pode ser feita amarrando a planta ou então colando a mesma com produtos especiais.

microsorum-pteropus-blume1

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *