Ludwigia ovalis

A Ludwigia ovalis, diferentemente das outras Ludwigias, é uma planta muito pouco utilizada pelos aquaristas aqui do Brasil. Esse fato pode ter causo pelo simples desconhecimento das características da planta, e não pela falta de acesso. São plantas que possuem uma cor bem peculiar, um rosa-alaranjado que contrasta muito perfeitamente com as plantas verdes dando um efeito muito natural e agradável ao olhar, tornando assim seu aquário um show a parte.

A Ludwigia ovalis é uma planta que aprecia uma iluminação intensa e de qualidade, bem como um bom substrato fértil e a adição de Co2, mas também devemos garantir uma condição de fertilização líquida adequada para que não falte nenhum nutriente para a planta. Mesmo com todos esses cuidados são plantas de crescimento lento para plantas de caule, e isso pode ser visto como uma vantagem, pois depois de formada as moites as podas não precisam ser em uma frequência grande. Um ultimo ponto importante a salientar é que essa planta demora um pouco mais para se adaptar ao novo ambiente em que esta sendo plantada, portanto devemos ter uma atenção maior durante essa fazer de adaptação.

Segue a ficha técnica da Ludwigia ovalis:

Família: Onagraceas;

Origem: Ásia;

Hábito: Submersa Emergente;

Tamanho: 15 a 50 cm de altura;

Temperatura da Água: de 20 a 28 ºC;

Iluminação: Média a Intensa;

pH: de 6,0 a 8,0;

Manutenção: Médio;

Crescimento: Médio;

Propagação: Se reproduz através do replantio das podas;

Plantio: São plantas para serem plantadas na parte intermediária e inferior do aquário, contrastando com plantas verdes e deixando o seu layout com um aspecto mais complexo. Por apresentarem um crescimento médio e um tamanho grande devemos plantar em moitas volumosas. Devem ser plantadas em molhos de 5 ramos com 3 centímetros de distância entre elas.

ludwigia-ovalis1

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *