Mudskipper

MudSkipper, é um peixe completamente diferente do que estamos acostumados a ver. Apesar de serem peixes, eles podem viver fora da água, desde que sua pele se mantenha sempre molhada, e é justamente essa característica que o torna interessante.

Quando na natureza o MudSkipper vive nos lamaçais dos mangues e podem migrar eventualmente de área, para se alimentar e reproduzir, mas costumam sempre retornarem para suas tocas. E justamente por viverem em regiões de manguezal, eles devem sim ser mantidos em águas salobras, com densidade de aproximadamente 1005 e 1010. Contudo também suportam águas doces e salgadas.

São peixes que precisam de um local seco no aquário, então devemos colocar sempre uma rocha ou tronco que fique com uma parte fora da linha d’água. Outro ponto muito importante é manter a mesma temperatura da região de fora d’água e dentro d’água, e cuidar para que ambas as temperaturas não diminuam de 24°C, esse é o ponto mínimo que esse peixe irá suportar sem problemas.

As duas ultimas dicas importantes para quem deseja ter um MudSkipper é sempre manter o aquário muito bem tampado, pois eles são exímios saltadores, e irão fugir do aquário caso encontre passagem, e a tampa também irá ajudar a manter a umidade de dentro do aquário, o que é excrescencial para a sobrevivência dos peixes. Já quanto ao seu dimorfismo sexual, os macho irão apresentara o corpo maior do que os das fêmeas e as nadadeiras mais coloridas quando na época da reprodução, e por falar nisso, a reprodução em cativeiro é totalmente desconhecida, mas quando em ambiente natural, eles podem cavar tocas de 100 cm de profundidade onde acontecera o ritual de acasalamento.

Embora a MudSkipper seja fácil de ser criada em um aquário, e importante  tomar  alguns cuidados para poder aumentar a vida útil do peixe e deixá-los ainda mais  vistosos e  coloridos, segue a ficha técnica da MudSkipper:

Nome Popular:
São conhecidos com o nome de MudSkipper, ou saltadores do lodo, Mudskipper Atlântico, Saltão do lodo e Saltão. E também recebem os seguintes nomes em inglês, Atlantic mudskipper, Mud-hopper, Mud-skipper e Mudskipper.

Nome Científico:
Foi batizado de Periophthalmus barbarus

Origem:
São peixes nativos e encontrados em África, Ásia e Oceania

Temperatura:
Para manter a qualidade do habitat ideal para a MudSkipper, a água deve estar entre 25°C e 30°C,  mas de preferência manter em 27°C.

Água:
O  pH da água deve ficar entre 7.0 a 8.5

Alimentação:
A MudSkipper tem uma alimentação Onívora, que irão se alimentar basicamente de insetos ou caranguejos, mas que também podem comer plantas como Avicennia nitida. Mas quando em aquário podem não aceitar muito bem os alimentos secos, devendo ser alimentados com outro tipo de alimentos como grilos, moscas, minhocas, besouros, peixes pequenos, bloodworms e artêmias.

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *