Bótia Yoyo

O Bótia Yoyo é um peixe muito pacífico, mas também é muito robusto que poderá incomodar peixes menores ou outros peixes que se incomodam com muita agitação na água. Como todos os outros Bótias, os Yoyo possuem ferrões retrateis logo abaixo dos olhos, que podem causar acidentes em aquaristas desavisados ou até mesmo chegando a causar a morte de um peixe predador maior que resolver tentar comê-los.

São peixe gregários, que irão estabelecer estruturas hierárquicas complexas, tento isso em vista é muito importante manter sempre de 5 a 6 indivíduos juntos no mesmo aquário, mas o ideal mesmo é manter sempre em grupos de mais de 10 indivíduos.

A Bótia Yoyo costuma iniciar algumas disputas para definir a posição hierárquica dentro do grupo. Durante essas disputas, ocorrem perseguições onde os peixe podem mudar sua coloração, chegando a se tornarem praticamente cinzas.

Quanto ao dimorfismo sexual, as fêmeas apresentam um corpo mais roliço e o ventre mais gordo do que os do machos, e os machos, além se terem o corpo mais esquio, também apresentam uma coloração avermelhada nos barbilhões.

Mesmo sendo um pouco mais complexo de ser mantido em aquários, o Bótia Yoyo requer alguns cuidados para poder ter sua vida útil aumentada e deixá-los ainda mais vistosos e coloridos. Segue a ficha técnica do Bótia Yoyo:

Nome popular:
São conhecidos com o nome de Bótia Yoyo ou Yo-yo Loach, Bótia Paquistanesa, além de outros erroneamente utilizados.

Nome científico:
Foi batizado de Botia almorhae

Origem:
São peixes que foram criados em cativeiro vindos do cruzamento entre duas espécies.

Temperatura:
Para manter a qualidade do habitat ideal para o Bótia Yoyo, a água deve estar entre 22°C e 28°C, mas de preferência manter em 25°C.

Água:
O pH da água deve ficar entre 6.5 a 7.5.

Alimentação:
O Bótia Yoyo é um peixe de alimentação primordialmente carnívora, mas considerado como um micro predador, e irá comer pequenos seres vivos como vermes, larvas de inseto, pequenos crustáceos e caramujos. Quando mantidos em aquários também irão aceitar rações para peixes de fundo, aquelas que afundam assim que colocadas na água do aquário. E também existem relatos de peixe que eventualmente comem vegetais ex: ervilha, cenoura, abobrinha cozidas e descascadas.

 

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *