A importância de uma boa alimentação – Parte 1

Em um post anterior, mais especificamente o post O que não fazer em seu aquário – Parte 2, falamos um pouco sobre Não super alimentar e nem economizar na ração. Como esse tema, a alimentação dos peixes, é muito importante, achamos melhor criar um post inteiro sobre esse assunto. Então vamos parar de lero lero e vamos ao que interessa.

Quando falamos de alimentação, estamos falando de um aspecto tão importante quanto a caixa de vidro, e não irá adiantar muito ter o melhor aquário, com o melhor filtro e a melhor iluminação se estamos usando a ração errada e alimentando os peixes de forma inadequada.

Muitos vendedores nas lojas de aquarismo, talvez por acharem que é um assunto muito óbvio, acabam por não darem e devida importância ao tema na hora de explicar como deve ser feita a alimentação para um aquarista iniciante no hobby. E esses hobbystas iniciantes não tem a menor ideia de como fazer essa alimentação de forma correta, uns acham que devem apenas dar um pouquinho de comida e pronto, já outros acham que devem alimentar sempre que os peixes subirem a superfície esperando por comida, e infelizmente os dois estão equivocados .

Muitos aquaristas iniciantes, aqueles adeptos do lema de pouca ração, acabam por manter peixes famintos e até chegam a serem raquíticos. Já em outros casos, naqueles aquários de aquaristas que pensam que devem alimentar sempre que o peixe pedir, acabam por manterem aquários com a água podre, isso mesmo, a água fica literalmente podre dentro do aquário, isso devido a sobra de ração que acaba servindo de alimento para algumas bactérias e fungos que acabam por decompor a água do aquário e em casos extremos fica com um cheiro insuportável e os peixes acabam por falecer.

Esse é um problema tão sério que 90% dos aquaristas iniciantes, acaba dando mais comida para o seu peixe em um único dia, do que o peixe conseguiria comer em uma semana toda. E esses 90% de aquaristas iniciantes acabam por fracassar no seu projeto com o aquário, e desistem do hobby .

No próximo post iremos falar mais sobre algumas dicas do que fazer para evitar esse grave problema.

A importância de uma boa alimentação - Parte 1

Deixe aqui seu email para receber novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *